AMIRI – Nóis no Topo

Nóis no Topo – AMIRI Letra:
Isso aqui eu amo, isso, isso aqui eu amo (amo!)
Esse aqui eu chamo, esse, esse aqui eu chamo (chamo)
Meus bros e eu causo
Meus flows, meu sauce
Boy, dá minha durag: eu ponho (eu ponho)
Ter meu swag, teu sonho (mas)

(Primeiro verso)

Agora que tenho sua atenção
Mostro quem são o joio e o trigo
Se causar tensão
Podem vir de comboio, num ligo
Dito pelo não dito num digo
Não tô com rei escrito no umbigo
Mas se quer competir tão frito, cozido
Porque eu só compito comigo
Então quem quiser mandar busca, diz que eu mando o cep (diz!)
Viu, Mascari? Eu sou mó fã do trap
Mas se eu botar pra foder
Cês vão conhecer o “Mutambo Rap”
Sem tempo pra reação, review e views
É que eu tava caçando nômades
Que hype não olha meus skills
Tô há 6 anos falando foda se! (Foda – se!)
Agora tá de forma nítida
O quanto provoco o limite das
Cri-cri-cri críticas
Tendeu? “Cri cri cri” críticas (Haha)
Foda-se a modéstia, mas tão meus súbditos eles
Enquanto não pega meu primeiro álbum com o último deles
Sei quem falou mal, me deu unfollow? Uau!
Achei que estaríamos “Sempre juntos e shallow now”
Gente assim até fila faz
Deu milho comigo, deu milharais
Não me disseram, mas sei dos convites
Que não me fizeram só por medo de eu brilhar mais (mas)
Até se o país me deportasse
Ou fosse na raíz e me cortasse
Ainda peso nos pior nazi
Liricamente tô há 8 anos na minha melhor fase
Não sei como sente um tom páreo
Sou gênio, eles exatamente o contrário
É pouco, nem páreo
Pro Genius explicar minhas linhas tem que fazer um documentário!
É que elas tem triplo sentido
Eu renovar o ciclo tem sido
Um jeito de mostrar o quanto dei meu sangue
E voltei pra cobrar cada litro rendido
Tá de Gucci e Prada? Que bom, cara!
Mas teu som adoece ou teu som sara?
Me comparar com um favorito é tipo rio de merda:
Cê vai lá e “nada” se compara!
Se é pra comparar faz isso na luz
Não menos que isso, já que não faz jus
Que eu vim por minha arte num nível Parteum
Babylon by Gus (biddy bye bye)
Ou se ficasse possível ser mais
Clássico nível decai?
Não! O nível da rima? Sempre um nível acima
Pois eu nasci pro nível Jedi!
E eu fiz esses rap sozinho, trampando num shopping, domingo a domingo
Vendo esses boy querer pagar do gringo no anterior e no clipe seguinte
Mas (mas), eu sei de onde cê veio “cria”, mentir é feio “cria”, eu não creio “cria”
Num fez metade acordando meio dia, mesmo tendo uma equipe de 20! (Haha)
Então que a cena não brinque com nóis, homi
Que é dois palito pra que nóis tome
Falei: sou swing igual Roy Jones
Se eu chego no ringue esses boy some!
E o que eu pinto um Picasso num cobre
Pode ser um ricasso, um “nobre”
E foda-se, fazer esses boy passar vergonha é só o que faço por hobby!

(Segundo verso)

Eu falei que eu atropelo a todo vapor
E já que é pra jogar o jogo já tô:
One for the love one for the money (Bum!)
Fã for the love fã for the money
Advinha o problema, o tema central, qual o fator?
Que me fiz vir tratar igual um trator!
Avisei que eu vou acabar com cês tudo
Sim eu, lembra que era o “neguinho beiçudo”?
Olha a importância de ter estudo
Da raíz, ao quadrado, cês num me pega com três cubo!
Desde a época dos show nas rodas
De freestyle, no corre dos flows mais foda
Nos beat Lo fi, então louvai quem traz vida
Enquanto teu bro traz droga
Eles são chucros, não culpo
O fato de uns caras me escutarem e ficarem tão putos
Enquanto seus rap fraco dão lucro,
Então supro, com meu formato tão bruto!
Eu de reserva é péssimo, nem cite
Eu vou jogar até o acréscimo, hein Tite
Só vai ser tapa, cê chapa
Até se for sem feat, até se for sem beat
Aí já é demais
Cê é tipo o pai que erra e culpa a criança
Eu até tenho minha balança
Mas eu vou “pesar” na de vocês até que pais
Acusem filhos e filhas, minha luz tem brilho sem pilha
Dado seus milho, lentilha, ainda tenho rima a granel:
Sacos em kilos bem killas, fracos empilho em filas
Já tendo ido cem milhas, enquanto o vento ventila
Some quem soma, quem tira
Mentira que ninguém pira! Tem birra? Tem quer que ralar
Que num erro até sem mira, nem vira!
Nunca vai me enlatar, minhas música fila da…
É um milagre lírico, além de perfil e pose, desde 2012
Amasso memo e eu não faço menos que essas rima de uma única sílaba
Faz fila, vai, nessa bala, pula e vacila pra… Ver que não sai impune e vai se lascar!
Fica em choque que vem míssil
É isso, não toque no invencível
Ou tua carreira de engraçadinho
Vai ser mais curta que o coque do Vin Diesel! (Haha)
Que eu tomo a cena toda de uma só vez?sem precisar de um segundo gole
Sou o mano que fala de amor, mas pra qualquer um que achar que eu tô bunda mole
Saiba que eu nunca fui o afim de treta
Mas ser pipoca não pra é mim de meta
Não vim de besta, eu no jogo, já são vinte sextas
Comemora esse fim de festa
Os seus podem começar de roupa branca e chegar no fim de preta
Se me subestimar e esses emocionado ficar de indireta
Num vou aceitar um piu, taco o…
Foda se dos Lil fodas pros Lil fracos
Não preciso desenhar se os fatos
Gritam, se cê for checar e o status
Te prova que pode me por onde esteja Djonga, Rincon, BK e o Baco
Cê vai ver o que é brocudo, porque eu também quebro tudo em mil cacos!
E eu tenho Asè, no meu calo ninguém trisca (não!)
Se ilude no meu sorriso, calo dentista (não!)
Nessa deixo quem (quem?) só canta de galo, sem crista
É desse jeito que eu falo NEM CISCA!

Pera aí, pera aí… mas…

[Refrão]

Isso aqui eu amo, isso, isso aqui eu amo (amo!)
Esse aqui eu chamo, esse, esse aqui eu chamo (chamo)
Meus bros e eu causo
Meus flows, meu sauce
Boy, dá minha durag: eu ponho
Ter meu swag: teu sonho
Letra lyrics lyric letras versuri musiek lirieke tekstet paroles

%d blogueiros gostam disto: