Fernando Kep – Real Oficial (Vade Mécum)

Real Oficial (Vade Mécum)


Fernando Kep

Letra. (Lyrics Music Video)

Vade
Mecum
Vade Mecum, vade
Vade
Mecum
Vade Mecum, vade
Eu não esperei e nem vou mais
Eu não esperei e nem vou mais
Eu não esperei e nem vou mais
Eu não esperei e nem vou mais

Para essa letra eu não esperei a inspiração
Tive que escrever, sou profissional
Amam dores, aspiram a piração
Vou me descrever, afinal, eu sou real

Pe-perae, BBKing, bagulho aqui não tá batendo
Não tá, mano
É que eu não to ouvindo a caixa (plá), não tô ouvindo o bumbo (plum)
Não tô ouvindo o chimbal, eu quero o bagulho sacudindo
Eu quero ver vagabundo pular com a cabeça no teto, há!

Para essa letra eu não esperei a inspiração
Tive que escrever, sou profissional
Amam dores, aspiram a piração
Vou me descrever, afinal, eu sou real
Essa é dedicada a quem respira ação
Não quem caga ação, cagadão, na Endola passa mal
Peso pesado, minha tropa na contenção
Simples assim, não tá bom? Faz do seu jeito na moral!

Esse é um papo para mim mesmo
Não fale dos outros, pense em ti
Quando for um papo para tu mesmo
Ouvir só tua mente não é bom assim
Entra nisso de cabeça
Vai fundo e não se esqueça
Coração é como um sabonete
Escorrega fácil, veja!
Pergunta se alguém vai pegá-lo no chão

Auto estima abaixo do subsolo
Minha paciência pra ouvir metáforas
É alta como de alguns pra ganhar votos, ou fãs
Mesma lógica
Céu/Cena, Sol/Hip-hop estrela
Hype/Lua, Luz/Foco, sem luz própria, peida
Eu não sou o MC mais lifestyle da cena
É que eu faço o estilo de vida mais autônoma, apenas
Multiplicar, obter, produzir e distribuir renda
Não desperdiçar mais linhas, só
Vende-las e ainda assim tirar suas vendas

Para essa letra eu não esperei a inspiração
Tive que escrever, sou profissional
Amam dores, aspiram a piração
Vou me descrever, afinal, eu sou real
Essa é dedicada a quem respira ação
Não quem caga ação, cagadão, na Endola passa mal
Peso pesado, minha tropa na contenção
Simples assim, não tá bom? Faz do seu jeito, na moral

Fora de órbita, dentro da lógica suja
Ratos, somos do esgoto levando pra rua só o que interessa
Bó, Bó , criador do melhores jargões
Delator dos piores sermões
Hidratando a alma e que nunca nos falte suor
Nutrindo a carne embora não sobre amor
Auto imune, contrações, altos e baixo, transições
Polaridade e interpretações nos difere
Do mundo único, já publico obras raras

Rima crua, cria vida e marca a rua
Mara a vista aqui de baixo
Estrelas caindo de baixo pra cima
Bungee jump com as próprias palavras
Rap não é festa de Halloween pr’ocês
Virem fantasiados de Louis V
Não tem fim da minha parte
Não se contentem com o Vade
O álbum está por vir, vocês só ouvirão a metade

Para essa letra eu não esperei a inspiração
Tive que escrever, sou profissional
Amam dores, aspiram a piração
Vou me descrever, afinal, eu sou real
Essa é dedicada a quem respira ação
Não quem caga ação, cagadão, na Endola passa mal
Peso pesado, minha tropa na contenção
Simples assim, não tá bom? Faz do seu jeito, na moral

%d blogueiros gostam disto: