Flash Beats – Rap do Eren

Rap do Eren – O Rugido da Terra – Flash Beats – Letra Lyrics

A morte da minha mãe, eu vi
Nunca me senti tão inútil e foi ali que eu senti
O sentimento de não poder fazer nada, ali
Eu senti ódio e tristeza, e seus gritos ouvi
Será que isso
É algo que humanos entende?
As muralhas se quebraram, isso foi um acidente?
Porque eu me sinto tão preso e limitado a correntes
Será o mundo lá fora daqui é diferente?
Eu já nem sei
Só senti tantas dores
Vi muito traidores
O que nos difere desses tais trabalhadores?
Também vi muitas mentiras
O que estão escondendo?
Sinto ódio e só de pensar
Minha mão já tá tremendo
Pois sei que eu posso mudar
Isso com o meu poder
O futuro enxergar
E algo pra poder fazer
Em quanto vivemos sofrendo
Eles vivem em liberdade
E nós sofrendo apenas pela nossa nacionalidade

Somos Eldianos, eu busco o direito
Onde aqueles filhas da puta só vivem em preconceito
A história de 100 anos, isso foi mentira o tempo inteiro
Eu vou mudar essa porra e vai ser tudo do meu jeito
Nós passamos lutando por anos naquele lugar
Foi pela humanidade que tivemos que matar
Foi pessoas que morreram, mas que puta ironia
Hoje cês vão implorar pra mim pelas suas próprias vidas

Eu não tô brincando, agora tô matando, invadindo sua terra
Meu plano mostrando, acabando, invocando titans colossais
Quero te ver sangrando junto de seus pais
Eu não ligo cê é criança ou adulto
Vocês morreram e verão só o vulto
Essa humanidade já está quebrada
São todos sementes desse mesmo fruto

“Do outro lado do mar tem a liberdade e outros inimigos”
“Se acabar os inimigos, nós seremos todos livres”
Isso aqui é liberdade, jamais será genocídio
Pois só estou me livrando desses humanos horríveis

Odeio não ser livre, quem não odiaria?
Viver preso, trancafiado em um mundo de mentira
Por isso toda a humanidade vou exterminar
Ao tocar no meu irmão o “estrondo” se iniciará
Então para de ser tola você tem mais que o poder suficiente
Você quer viver sendo escrava pra sempre
Ou ser livre como uma pessoa decente?
Então já sabemos qual é sua escolha e com esse poder provarei o valor
Após convencer a Ymir fazer isso recebo o poder do titã fundador

Eu vou destruir
Nada vai me impedir
O ódio de todos em meu corpo, fluir
Eu posso sentir
Vocês vão ouvir
Toda essa terra rugir
Sei que não vão conseguir
Sua morte pra mim irá contribuir
Para eu ter a minha liberdade
A sua tem que deixar de existir
Então pegue
A sua vida me entregue
Mortes no caminho, prossegue
Minha liberdade quem descreve?
O que vocês vão fazer?
Só vão temer? Tentar correr?
Diga pra mim como sobreviver?
Foi isso que eu passei naquelas muralhas
Agora sua vez de vocês sofrer

Eu tô trazendo o inferno pra terra
Eu sei
Causando caos, terror e medo, rastro de devastação
Não adianta rezar pois o demônio sou eu
Não existe um herói que derrube esse vilão
Eu tô pronto pra cortar
Esse mal pela raiz
Mas existe algum “mal” que seja pior do que eu?
Na minha alma tá contendo a mais brava cicatriz
Posso ser o demônio na terra, com poder de Deus

Os colossais estão chegando planificando o mundo
Contudo, eu sou mais forte, absoluto
Não existe humano puro, existe o humano imundo
Faz de tudo pra acabar com próximo, lado obscuro
A humanidade é única raça que ri da própria desgraça
O meu lado humano eu mataria, prefiro ser caça
Agora me diga como consertar a humanidade?
Vai lá e pede pra parar de atacar meu titã meu ataque
Tatakae
Eliminando humanos imundos
Tatakae
Sofram perante seu próprio orgulho
Vocês têm a liberdade de defender o mundo
E eu tenho a liberdade de avançar e destruir de tudo

Isso é fruto do que cês plantaram
Feras em meu corpo já se despertaram
Tais mortes fazem parte do meu reinado
Vi gente covarde, nesse mundo errado
Sabe muito bem que humanos são tão fracos
Só corram e temam frente ao inevitável
Mesmo que me pare, não mudará nada
80% já foi dizimado

E esse é
O sacrifício
De um vilão
Pelo bem, então
Sei que nada foi em vão
80% da população

Desde criança todo esse ódio aqui eu guardei
O que me tornei?
Com todos eu acabei
Veja de verdade o que me tornei

Então pegue
A sua vida me entregue
Mortes no caminho, prossegue
Minha liberdade quem descreve?
O que vocês vão fazer?
Só vão temer? Tentar correr?
Diga pra mim como sobreviver?
Foi isso que eu passei naquelas muralhas
Agora sua vez de vocês sofrer

Letras “Flash Beats – Rap do Eren – O Rugido da Terra” Official Lyrics

%d blogueiros gostam disto: