Jáfumega – La Dolce Vita

La Dolce Vita – Jáfumega Lyrics Letra:

Sábado à noite
E com ele a febre das emoções
É o balanceiro disco
O automóvel do papá e os peões

É o olhar comilão
Gin tónico pela frente
Aquela pose ao balcão controlar o ambiente
A gravata que o incomoda, mas é moda

As patilhas aparadas
O fato branco a rigor
As biqueiras azeitadas
E o andar à matador, à matador

La dolce vita
Que grande fita
La dolce vita
Que grande fita

La dolce vita
Que grande fita
La dolce vita
Que grande fita

É o perfume feito suor
O convite para uma cola refrescante
Quando ela sai da pista com o fogo no semblante
É o batom framboesa a condizer com o verniz
É o ar de imitação barata dos manequim de Paris

A pastilha elástica com sabor a mentol
É o conto do bandido para morder o anzol
Foram feitos um para o outro
Num pas de deux fascinante
O destino os juntou para os separar mais adiante

La dolce vita
Que grande fita
La dolce vita
Que grande fita

Letras Jáfumega – La Dolce Vita Lyrics

%d blogueiros gostam disto: