Lauana Prado, Dilsinho – Injusto Demais

Injusto Demais – Lauana Prado, Dilsinho Lyrics Letra:

Tanta coisa estampada no seu rosto
Mas amor eu não consigo ver
O seu corpo denuncia alguns sinais
Eu não te arrepio mais
Desaprendi a te satisfazer
Ou foi você que refinou o seu gosto
Beijando outra boca
Deitando em outra cama sem roupa
Mas se for verdade
Eu enfrento a saudade
E arrumo minhas coisas
Pra sair da sua vida de uma vez por todas

Injusto demais
Gostar de você bem mais do que de mim
Eu prefiro a paz
Do que te ver fingir que eu te faço feliz

Injusto demais
Gostar de você bem mais do que de mim
Eu prefiro a paz
Do que te ver fingir que eu te faço feliz

Tanta coisa estampada no seu rosto
Mas amor eu não consigo ver
O seu corpo denuncia alguns sinais
Eu não te arrepio mais
Desaprendi a te satisfazer
Ou foi você que refinou o seu gosto
Beijando outra boca
Deitando em outra cama sem roupa
Mas se for verdade
Eu enfrento a saudade
E arrumo minhas coisas
Pra sair da sua vida de uma vez por todas

Injusto demais
Gostar de você bem mais do que de mim
Eu prefiro a paz
Do que te ver fingir que eu te faço feliz

Injusto demais
Gostar de você bem mais do que de mim
Eu prefiro a paz
Do que te ver fingir que eu te faço feliz

Lauana Prado, Dilsinho – Injusto Demais

%d blogueiros gostam disto: