Luciano Camargo – Obra de Amor

Luciano Camargo – Obra de Amor Letra:
Vem acalmar os anseios da minh’alma
Venha tirar o trêmulo da minha voz
Venha silenciar o medo que há dentro de mim
Me apegarei em Ti
Me apegarei em Ti

Vem acalmar os anseios da minh’alma
Venha tirar o trêmulo da minha voz
Venha silenciar o medo que há dentro de mim
Me apegarei em Ti
Me apegarei em Ti

Escudo e proteção
Quando estou longe me chama com voz de trovão

Não me assusto e vou
Conheço a voz do meu Criador
Não me assusto e vou
Conheço a voz do meu Criador
Não me assusto e vou
Conheço a voz do meu Criador
Não me assusto e vou
Conheço a voz do meu Criador

Correndo para os teus braços
Me envolvendo em teus abraços
Deixando a minha dor
Deixando tudo que sou
Em teus braços sou moldado
Com amor sou transformado
Sou tua obra de amor
Sou tua obra de amor

Não me assusto e vou
Conheço a voz do meu Criador
Não me assusto e vou
Conheço a voz do meu Criador
Não me assusto e vou
Conheço a voz do meu Criador
Não me assusto e vou
Conheço a voz do meu Criador

Correndo para os teus braços
Me envolvendo em teus abraços
Deixando a minha dor
Deixando tudo que sou
Em teus braços sou moldado
Com amor sou transformado
Sou tua obra de amor
Sou tua obra de amor

Ah, ah, ah, ah, ah, ah
Eu vou correndo, eu vou

Correndo para os teus braços
Me envolvendo em teus abraços
Deixando a minha dor
Deixando tudo que sou
Em teus braços sou moldado
Com amor sou transformado
Sou tua obra de amor
Sou tua obra de amor

Não me assusto e vou
Conheço a voz do meu Criador
Não me assusto e vou

%d blogueiros gostam disto: