Luiz Fernando e João Pinheiro – Nordestino de Sorte

Nordestino de Sorte – Luiz Fernando e João Pinheiro – Letra Lyrics



Quando eu vim da Bahia
Minha mulher ficou com seus pais
Eu parti com o destino
Vim pra São Paulo, Minas Gerais

Passei lugar perigoso
Serras e campos e matagais
Só pensando em minha mãe
Que lá deixei pra não voltar mais

Chegando no sul de Minas
Fui trabalhar como um empreiteiro
Foi lá em São Sebastião
Que é o paraíso do sul mineiro

Saía de madrugada
Derrubar mato com os companheiros
Trabalhei só cinco meses
Muito serviço e pouco dinheiro

De Minas vim pra São Paulo
Da capital fui pro interior
Região de Ribeirão Preto
Formei café pra um rico doutor

Foi onde eu ganhei dinheiro
Para buscar o meu grande amor
A minha mulher amada
Que eu deixei em São Salvador

Na estrada desta vida
Eu tropecei, mas estou de pé
Eu ganhei muito dinheiro
Com meu suor formando café

Hoje moro no que é meu
Já tenho carro e não ando a pé
Meus filhos estão criados
Graças a Deus e minha fé

Aos meus irmãos nordestinos
Escutem os versos que eu compus
Na sua estrada escura
Deus ilumine com a santa luz

Dê um pulinho na Lapa
Faça uma prece ao Bom Jesus
Você que nasceu no norte
É filho da terra de Santa Cruz



Letras “Luiz Fernando e João Pinheiro – Nordestino de Sorte” Official Lyrics

%d blogueiros gostam disto: