Maracaí e Marco Antonio – Estrada Velha

Maracaí e Marco Antonio – Estrada Velha Letra /
Estrada Velha

Letras / Lyrics:

Estrada velha pelo tempo esburacada
Velha herança retratada da lida que longe vai
Por quantas vezes eu passei com a peonada
Em manhãs tão orvalhada ao lado do velho pai
Estrada velha ladeada de barrancos
Hoje os meus cabelos brancos lembram a vida passada
Até parece que eu ouço a todo instante
O repique de um berrante num estouro de boiada

Ei boi, eia
Caminha lento passo a passo pela estrada
Ei boi, eia
Quanta saudade do aboio da peonada

Estrada velha quando o vento está soprando
Vejo a poeira levantando e já começo a imaginar
Uma boiada que de longe vem chegando
E alguém vem me chamando pra, com ele, viajar
Estrada velha só me resta o passado
O teu leito empoeirado e já cansado de esperar
Ouvir de novo o berrantear de um boiadeiro
Pra chamar os companheiros que não podem mais voltar

Estrada velha o meu pai já foi embora para onde
Qualquer hora eu também tenho que ir
Mas vou deixar por testemunho um só pedido
Como derradeiro abrigo tua terra a me cobrir
Estrada velha meu pedaço de lembrança
Me perdoe a insegurança desta lagrima chorada
Não tenho muito pra deixar na despedida
Mas te deixo minha vida como herança velha estrada

Maracaí e Marco Antonio

%d blogueiros gostam disto: