Marco Aurélio Vasconcellos – Manhãzita de Inverno

Manhãzita de Inverno – Marco Aurélio Vasconcellos – Letra Lyrics



A manhãzita de inverno
Cruza as frestas do rancho
E um solzito levanta
A geada nos campos

Minha mãe me aconselha
A cuidar-me na escola
A merenda é escassa
Mas vontade me sobra

Ah! Eu me sinto mais gente
Encilhando a petiça
Me despeço e enveredo
Pra escolinha da vila

Muitas voltas de estrada
Pra chegar ao destino
Eu vejo sangas geladas
Que até parecem de vidro

Peço a bênção da mestra
Que o ABC me ensinou
Vai na cartilha a promessa
De ser, um dia, doutor

Quando de volta pras casas
Desencilho faceiro
Pelas tardes me aguardam
Meus brinquedos campeiros



Letras “Marco Aurélio Vasconcellos – Manhãzita de Inverno” Official Lyrics

%d blogueiros gostam disto: