Mateus e Cristiano – Eu Sou Peão

Eu Sou Peão – Mateus e Cristiano Letra:
O Combustível na minha veia é o poeirão
Por onde passo deixo marca no estradão
Eu sou do mundo, sou do mato, sou da terra
A minha história eu quem faço, enfrento a guerra

Sou casca grossa, osso duro de roer
Sou puro sangue e meu instinto é vencer
Pode vir chuva tempestade e trovão
Eu não me escondo enquanto o sol seca o chão

Eu sou peão, esse é o meu mundo
Pra eu vencer não leva mais que oitos segundos
Eu sou peão, esse é o meu mundo
Pra eu vencer não leva mais que oito segundos
Eu sou peão

O Combustível na minha veia é o poeirão
Por onde passo deixo marca no estradão
Eu sou do mundo, sou do mato, sou da terra
A minha história eu quem faço, enfrento a guerra

Sou casca grossa, osso duro de roer
Sou puro sangue e meu instinto é vencer
Pode vir chuva tempestade e trovão
Eu não me escondo enquanto o sol seca o chão

Eu sou peão, esse é o meu mundo
Pra eu vencer não leva mais que oitos segundos
Eu sou peão, esse é o meu mundo
Pra eu vencer não leva mais que oito segundos
Eu sou peão

Eu sou peão, esse é o meu mundo
Pra eu vencer não leva mais que oitos segundos
Eu sou peão

Eu sou peão

Mateus e Cristiano – Eu Sou Peão

%d blogueiros gostam disto: