Os Dois Mineiros – Caboclo Arrependido

Caboclo Arrependido – Os Dois Mineiros – Letra Lyrics



Lembro quando eu trabalhava
Lá perto do meu ranchinho
Pertinho da bica d’água
Lá na beira do caminho
De vez em quando eu parava
Quando um amigo passava
Pra contar alguns causinhos

Eu tinha uma vida feliz
A mulher e os filhinhos
As tardes eram só festa
Contar causos com os vizinhos
Nos domingos e feriados
O rancho ficava lotado
Eu os tratava com carinho

Um dia me deu na teia
De mudar para a cidade
A mulher veio na marra
Os filhos com má vontade
Só depois que aqui cheguei
Vi a mancada que dei
Agora tudo é saudade

Gostaria de voltar
A esposa não quer ir
Os filhos não abrem mão
Da vida que tem aqui
Não ligam para o que digo
Aqui não tenho amigo
Nem sossego pra dormir

Quase morro de saudade
Do meu rancho lá na roça
No caminho a bica d’água
Mas o destino fez troça
Deles não restam mais nada
Lá eu puxava enxada
Aqui eu puxo carroça

Minha roça virou pasto
Corguinho foi encanado
Até mesmo meu caminho
Agora está asfaltado
A mulher não me faz conta
Os filhos só me aprontam
Já estou desesperado



Letras “Os Dois Mineiros – Caboclo Arrependido” Official Lyrics

%d blogueiros gostam disto: