Home / HipHop / Se Entregar (Letra) – Hollywood Rap

Se Entregar (Letra) – Hollywood Rap


Se Entregar (Letra) – Hollywood Rap
Letras da musica:
Deita na minha cama dama
Pra se entregar um pouco mais …
Deita na minha cama dama
Pra se entregar meu bem …
Deita na minha cama dama
Pra se entregar um pouco no que é certo, nada incerto, curte a onda, “vem pra cá”

Meio louco esse seu drama, fode, foge e ri
Se diverti gastando o que já vivemos aqui
Fazemos tudo no sigilo e sugiro que, ela seja a mira e eu seja o tiro ( repito mina… )
Mentira tira todo o doce do seu corpo
E eu pensando de novo se eu ficar mais um pouco

Eu te chamo, você recusa tirando a blusa
Persegue e me usa ( ai por favor!!! … )

Ela tem um jeito louco que me faz sorrir
Te fiz sorrir, motivo de eu estar aqui
Entenda “o por que da vida ser corrida”
Nós é avanço no game em busca do avanço na vida

Deita na minha cama dama
Pra se entregar um pouco mais …
Deita na minha cama dama
Pra se entregar meu bem …
Deita na minha cama dama
Pra se entregar um pouco no que é certo, nada incerto, curte a onda, “vem pra cá”

De Madalena pra Hollywood na cena, não encena sem tema esse seu filme, “garota de Ipanema”.

Com ela é sem problemas
Sem essa de outro esquema
Com seu orgulho de sobra
Fazendo “aquelas cenas”.

Seu sobre nome é jactância
Mesmo com toda arrogância
Não deixo ela sozinha

O seu orgulho acaba na cama
Ao invés de deixar ela se foder
Eu fodo ela todinha

Você me tinha por completo hoje não tem nem a metade

Reclama das minhas mentiras sem falar nenhuma verdade

Hj não tem nem a metade não sobrou nada

Eu tentei te dar valor mas você não vale nada

Todo fim é inevitável novos ciclos a parte ( a parte…)

Deita na minha cama dama
Pra se entregar um pouco mais …
Deita na minha cama dama
Pra se entregar meu bem …
Deita na minha cama dama
Pra se entregar um pouco no que é certo, nada incerto, curte a onda, “vem pra cá”

Edredon,larica e netflix
Tecpix pra gravar os momentos sexys
E ela deusa Afrodite
Espera que eu acredite

Que ela me ama mesmo ou isso é efeito da Skol beats
Mas mesmo doida tem a calma de Athena
O problema é o tempo que ela leva
Pra enxergar o problema

Voltei por onde começamos
Visamos conhecimentos e danos
Pintamos os planos
Corremos e cansamos

Nos acomodamos em cômodas e cômodos
Viramos mordomos de nossos castelos e tronos
E no fim nos destronamos desmontamos
Vendemos o que sonhamos no ciclo reiniciamos

Mordidas resumem o começo pela manhã
Um beck pela manhã
Pensando no amanhã
E na imprevisível brisa como o vento

Tu se acostuma com o tempo
Maldita foda que fudeu meu pensamento.

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.