Siloque – Tiktok, Teco e PIX

Letra “Siloque – Tiktok, Teco e PIX” Official Lyrics

O soco é Satta Massagana, fogo, santa massa, ganja aê
Os loco se arranja, os doido manja dos paranauê
Mas se parar pra ver, parada chata é só bagunça
O bagulho é ruim descer, mais que te empata, ele empapuça
Nem tussa, pense duas vezes antes de abrir a fuça
Em terra de burguês, só marajá que fica sussa
Na era do corona os coroné qué tirar onda
É fogo na colônia, no parquinho, na Amazonia
Zona de conflito interno e a bermuda é tactel
Tem uns flavinho de terno, uns hitlerzinho de quartel
E o meu povo tá que tá, é tik-tok, block, blitz
Tic-tac, teco, treta, pec, crack, toc e pix
Toque de recolher, escolher que lado fica
É bom compreender, no aprender que modifica
Hoje muda de assunto, finge que não entendeu
Abraçaram o fim do mundo, e tudo mundo ó…
Se fudeu

Não se espante, a erva é proibida, eles não querem que cê plante
Num querem que cê viva nem querem que cê levante
Farinha com arrego na mesa do comandante
Chacina lá no beco, me conta quem é o mandante
Quem é que manipula, preguiça, inveja e gula
É missa, é reza, é cura, a premissa é nem ler a bula
Ou Demônios da Loucura de Aldous Huxley
Chaos A.D do Sepultura, de noventa e três
De novo entre plays, pragas, presepadas
Presente de grego, miséria orquestrada
Deleite de leigo, idéia sequestrada
E um sorriso feio de quem não vale nada
Um monte de gente aplaude, celébra
As manchas de sangue no chão das favelas
As lanchas nas praias, os pobres nas celas
Muito cuidado, não pode dá goela
Nossa luta é coletiva e sem adoração
Minha mente segue viva, sempre em expansão, vai
Cidadão do bem quer pagar de macho, o gado
A culpa é toda sua e eu também to machucado

%d blogueiros gostam disto: