Tavin – Nota Zero

Nota Zero – Tavin Letra:
Eu tô cansado de tentar passar a visão
E ninguém pegar a visão e eu ser uma nota zero
Tô cansado de botar meu coração
E sentir que foi em vão e eu ser uma nota zero
Tô cansado de me manter na missão
E cumprir nenhuma missão e até ser uma nota zero
Até um dia eu me lotar de munição
Se ouvir a explosão, se esconde até no inferno
Eu não sei fazer flow de hit
Mas sei fazer flow sem nem falar de outfit
Pra que ostentar quе pagou 15 mil no boot
Se no fim, não faz nem metadе que eu faço num beat?
Não quero sua mina, mete marcha e não me cite
019, nós que manda nessa city
Eu te matei sem querer, ops, putz
Tira essa máscara que ‘cê não é a Pitty
Faço isso por amor, não só pra ter
Filósofo igual Sócrates e também testa só pra ver
Minha chacina é caneta, flow e rima
É só falar pro Ludo Beats, mano, liga aê
Tapa na cara
Metendo papo reto na bala
Covarde, vem, fala na cara
Que eu te mando direto pra vala (Direto pra vala)
É que enquanto eu rimo, minha mente ainda procura a cura
Ainda procuro a bula, descobri, ninguém segura
Rap é a cura pura, a culpa é sua
Em suma, sigo na disputa, luta contra os filha da ** que ainda burla
Urna presa, o pula-pula sempre dando fuga
Dessa mente louca que somente surta, sempre furta uma
Dessa minha loucura, até que te pula
Meu rap é protesto, por isso eu vou rimar até que se Poda, suma
Sempre atento, nego, sempre tento
Ter o 100% tento desde cedo
Medo vem de dentro, muitos julgam mesmo
Vendo que eu venho dando o melhor de mim mesmo
Rap falta amor, vou explicar isso pra você
Firme de K.O, sem tentar, nunca vai saber
É que falador quer falar, mas não quer fazer
Não sabe minha’ dor? Pode Pá, vou fazer render
Rima soca péla, vive só na tela
Rima até acapella, beat solta a fera
Ludo solta a base, falou mal, já era
Se encher o saco, vai descer na goela
Desce na viela, bitch, pera
Eu falei pra ela que ia dar m*rda
Tentou me enganar, foi vala na certa
Mente sempre aberta, rap não é oferta
O estrelato é certo, sinto muito
Sinto perto, vim de longe, vim direto pique monge
Papo reto, não se esconde
Se eu pego, é só bala, tira o verso e deu certo
Fazendo a levada que é só bala, para
Atirando rima na tua cara, pera
Rima é navalha, te metralha, parça
De tanta batalha fui parar na guerra

Refrão
Quantos adversário eu peguei? Nunca corri
Quantas punchline eu tomei, falei: “morri”
Quantas derrotas me ensinaram, até sofri

Quantas volta por cima eu dei e ainda sorri?
Quantos adversário eu peguei? Nunca corri
Quantas punchline eu tomei, falei: “morri”
Quantas derrotas me ensinaram, até sofri
Quantas volta por cima eu dei e ainda sorri?

Letra lyrics lyric letras versuri musiek lirieke tekstet paroles

%d blogueiros gostam disto: