Garotos do Surungo – Num Surungo de Rancho Letra

Num Surungo de Rancho –
Garotos do SurungoLetra:

No lombo do mouro, que ao trote me leva
Vou rasgando a treva, da noite fechada
Pra chegar depressa, num rancho campeiro
E ouvir o gaiteiro, floreando a pianada
Me chego pachola, campeando cambicho
E o olhar espicho, pra uma fandangueira
Ao som da cordeona, que a nós dois embala
Se bamo pra sala, pra dançar vanera

É num surungo, tchê
Que é bem bom de dançar
É num surungo, tchê
Que é bom pra namorar
É num surungo, tchê
Que a sorte me embala
Quando a cordeona fala
Eu tomo conta da sala
Deixo a vanera me levar

Vou tenteando a prosa, enquanto me embalo
E tudo que falo, tá bem entendido
Sou da lida braba, e bem remediado
O tipo ajeitado, pra ser bom marido
Saudade de gaita, é o que determina
Sair da rotina, pra ter alegria
Tá valendo a pena, o que a gente gasta
E a noite se arrasta, no rumo do dia

É num surungo, tchê

%d blogueiros gostam disto: